Lyrics

1. BOLA DE MEIA, BOLA DE GUDE (Sock Ball and Marbles)

Milton Nascimento and Fernando Brant

Há um menino
Há um moleque
Morando sempre no meu coração
Toda vez que o adulto balança
Ele vem pra me dar a mão

Há um passado no meu presente
Um sol bem quente lá no meu quintal
Toda vez que a bruxa me assombra
O menino me dá a mão

E me fala de coisas bonitas
Que eu acredito
Que não deixarão de existir
Amizade, palavra, respeito
Caráter, bondade alegria e amor

Pois não posso
Não devo
Não quero
Viver como toda essa gente
Insiste em viver
E não posso aceitar sossegado
Qualquer sacanagem ser coisa normal

Bola de meia, bola de gude
O solidário não quer solidão
Toda vez que a tristeza me alcança
O menino me dá a mão

Há um menino
Há um moleque
Morando sempre no meu coração
Toda vez que o adulto fraqueja
Ele vem pra me dar a mão


2. WHO’S IN LOVE HERE (A Noite)

Ivan Lins /Vitor Martins / English Lyrics by Brenda Russell

We smile at each other
From one cloud to another
Looking down from a mountain
We just have to discover
No one’s running for cover
All I want to know is
Who’s in love here

It’s the echo that answers
Like a song to a dancer
Like the sun to the heaven
Like an arrows direction Just to close for inspection
All I want to know is
Who’s in love here

We know, we’ve not been here before
We hope it’s the end of this road
We know there’s no place else to go
We know, we just can’t come down from here

It’s the rain to the forest
It’s that voice to the chorus
It’s that subtle persuasion
Like a Martian invasion
It’s that soul inspiration
All I want to know is
Who’s in love here


3. ABRE ALAS (Open The Way)

Ivan Lins and Vitor Martins

Abre alas pra minha folia

Já está chegando a hora

Abre alas pra minha bandeira

Já está chegando a hora


Apare os teus sonhos que a vida tem dono

E ela vem te cobrar

A vida não era assim, não era assim

Não corra o risco de ficar alegre

Pra nunca chorar


A gente não era assim, não era assim

Encoste essa porta que a nossa conversa

Não pode vazar


A vida não era assim, não era assim

Bandeira arriada, folia guardada

Pra não se usar

Abre alas pra minha folia

Já está chegando a hora

Abre alas pra minha bandeira

Já está chegando a hora


Apare os teus sonhos que a vida tem dono

E ela vem te cobrar

A vida não era assim, não era assim

Não corra o risco de ficar alegre

Pra nunca chorar


A gente não era assim, não era assim


Encoste essa porta que a nossa conversa

Não pode vazar


A vida não era assim, não era assim

Bandeira arriada, folia guardada

Pra não se usar


4. TRISTESSE

Milton Nascimento and Telo Borges

Como você pode pedir
Pra eu falar do nosso amor
Que foi tão forte e ainda é
Mas cada um se foi

Quanta saudade brilha em mim
Se cada sonho é seu
Virou história em sua vida
Mas prá mim não morreu

Lembra, lembra, lembra, cada instante que passou
De cada perigo, da audácia do temor
Que sobrevivemos que cobrimos de emoção
Volta a pensar então

Sinto, penso, espero, fico tenso toda vez
Que nos encontramos, nos olhamos sem viver
Pára de fingir que não sou parte do seu mundo
Volta a pensar então


5. BELEZA E CANÇÃO(Beauty and Song)

Milton Nascimento and Fernando Brant

Nada de novo no meu mundo
Eu vivo o segundo
Meu tempo é o meu lugar

Nada me tira do meu rumo
Eu sigo o meu prumo
O meu jeito de ser

Nada espero que não tenha
O que vier que venha
Sem me atropelar

Tudo que quero é o mar aberto
É ter você bem perto
Olhar no seu olhar

Tudo é novo no meu mundo
Se seu sono profundo
Entrar no meu sonhar

Sua beleza me domar
Sua beleza me amar

Toda beleza é um espinho
Se ela está sozinha
Sem ninguém desfrutar

Toda beleza é tristeza
Se não tem a certeza
De alguém pra contemplar

Toda beleza é uma chama
Que acende e inflama
Paixão de encontrar

Toda beleza é uma alegria
Que incendeia o dia
Faz a vida cantar

Tudo é belo no meu mundo
E cabe no meu canto
No meu tempo e lugar

Tudo é claro no caminho
Se não estou sozinho
E alguém vai me guardar

Nada de novo no meu mundo
E o sol a cada dia
Na noite a escuridão

Tudo de novo no meu mundo
Comigo eu carrego
Beleza e canção


6. ANIMA

Ze Renato and Milton Nascimento

Lapidar
Minha procura toda
Trama lapidar
O que o coração
Com toda inspiração
Achou de nomear
Gritando alma

Recriar
Cada momento belo
Já vivido e ir mais
Atravessar fronteiras
No amanhecer
E ao entardecer
Olhar com calma, então

Alma vai
Além de tudo
Que o nosso mundo
Ousa perceber

Casa cheia de coragem
Vida
Tira a mancha que há no meu ser

Te quero ver
Te quero ser
Alma

Viajar
Nessa procura toda
De me lapidar
Nesse momento agora
De me recriar
De me gratificar
Te busco alma
Eu sei

Casa aberta
Onde mora o mestre
O mago da luz
Onde se encontra o templo
Que inventa a cor
Animará o amor
Onde se esquece a paz
Alma vai
Além de tudo
Que o nosso mundo
Ousa perceber

Casa cheia de coragem
Vida
Todo afeto que há no meu ser
Te quero ver
Te quero ser


7. SOBERANA ROSA/SHE WALKS THIS EARTH

Ivan lins, Vitor Martins and Brenda Russell

She's a soulful flower in the garden
She's bobbing in the sunlight
And flirting with her eyes

The way she walks by
I see a wave of colour
Moving like an angel
Trailing butterflies

Give me water
Give me inspiration
I want to speak now,
but I can't find a word
So unforgiving is this infatuation
Now that I know
she walks upon the Earth
She walks this Earth

Tá na cara
que é você e era,
mansa se afera,
de repente já
Sagarana
Soberana rosa
É romã, amora
Pra romancear.

Give me water
Give me inspiration
I want to speak now,
but I can't find the words
So unforgiving is my infatuation
Now that I know
she walks upon the Earth
She walks this Earth

Give me water
Give me inspiration
I need to hold her
like no one else before
So unforgiving is my infatuation
Now that I know she walks upon the Earth
She walks this Earth.


8. DOCE PRESENÇA/ SWEETEST PRESENCE

Ivan Lins, Vitor Martins and Jane Monheit

I can remember
When your magic mystified me
One look, so tender
And the moment hypnotized me
I saw the starshine
And my heart couldn't stay mine
Deep in the universe inside your eyes

Night flew away, then
And the world had spun around us
Stars turned to day, then
And the light had finally found us
Love's luminescence
And your heart's sweetest presence
Gone from the universe inside your eyes

What was I to do
When I'd lost myself in you
And the waking dream I knew
Had left with the dawn
Knowing I'd be lonely,
It was time for moving on
To learn the universe inside of me

I've got my heart, my soul
My dreams, though they're unspoken
And through the madness
Love will leave my hopes unbroken
I know the way now
I don't need you to stay now
Oh, but forever in my heart you'll be

Como te perder

Ou tentar te esquecer

Inda mais que agora sei que somos iguais

E se duvidares, tens as minhas digitais

Como esse amor pode ter fim?....


9. TARDE/ EVENING

Milton Nascimento and Marcio Borges / English Translation: Larry Klein

Das sombras quero voltar
Somente aprendi muita dor
E vi com tristeza o amor
Morrer devagar, se apagar

Quero voltar
Poder a saudade não ter
Não ver tanta gente a vagar
Sem saber viver

Vou sem parar
Das tardes mais sós renascer
E mesmo se a dor encontrar
Sabendo o que sou
Não peço mais perdão
Porque já sofri demais

From shadows i will return
i've only learned from pain
And i've seen with sadness
All love die away
Fade away

I want to return
Want to feel whole once again
Unlike all the souls that i see
Who don't feel anymore

So i go on
From the darkest of day i'm reborn
His sorrow takes over my heart
Knowing what i know
I have no hopes or dreams
I’ve felt enough
Demais


10. TRÊS PONTAS(Três Pontas Town)

Milton Nascimento and Ronaldo Bastos

Anda, minha gente
Vem depressa, na estação,
Pra ver o trem
Chegar

É dia de festa
E a cidade se enfeita para ver
O trem

Quem é bravo, fica manso
Quem é triste, se alegra
E olha o trem

Velho, moço e criança
Todo mundo vem correndo
Para ver
Rever gente que partiu
Pensando um dia em voltar
Enfim, voltou
No trem

E voltou contando histórias
De uma terra tão distante do mar
Vem trazendo esperança para quem quer
Nessa terra se encontrar
E o trem...

Gente se abrançando
Gente rindo
Alegria que chegou
No trem


11. VELAS IÇADAS(Hoisted Sails)

Ivan Lins and Vitor Martins

Seu coração é um barco de velas içadas

Longe dos mares, do tempo, das loucas mares

Seu coração é um barco de velas içadas

Sem nevoeiros, tormentas, sequer um revés

Seu coração é um barco jamais navegado

Nunca mostrou-se por dentro, abrindo os porões

Seu coração é um barco que vive ancorado

Nunca arriscou-se ao vento, às grandes paixões

Nunca soltou as amarras,

Nunca ficou à deriva,

Nunca sofreu um naufrágio

Nunca cruzou com piratas e aventureiros

Nunca cumpriu o destino das embarcações


12. ESTRELA GUIA (Oh, Shining Star)

Ivan Lins, Vitor Martins and Kim Nazarian

Oh, your voice is so enchanting
No one else can quite compare
Mesmerizing everybody
In your spell, you hold us there
From your light, we see the heavens
Through your soul, we touch the world
Following the sound of magic
Share your secret, Oh, Shining Star

Your voice rings out in every city
Every village, every town
Elevating everybody
Where the lost can now be found
Penetrate with love's power
Full of passion, conquering all
Liberate the sound within us
Share your secret, Oh, Shining Star

Beating hearts of understanding
Harmonize the human race
Shedding tears of sheer amazement
Blessed with melodies and grace
Tell our truth, singing your stories
Sacred angel, we all embrace

Tua voz é tão bonita coisa mais bela não há

Voz do povo, voz da raça do Brasil, Minas Gerais

Estrela guia de Três Pontas um país a iluminar

Trovador da claridade teu segredo, onde é que está?

Tua voz ta nas estradas já não pode mais parar

Invadiu vilas, cidades, rios, selvas, pantanais

Nos deu voz de fé e faca de paixão, de conquistar

Cantador da liberdade teu segredo, onde é que está?

Coração de brasileiro ta no jeito de abraçar

Nossos olhos plenos d'água são teu jeito de encantar

Canta amigos, conta histórias que são coisas pra se guardar

Oh, your voice is so enchanting
No one else can quite compare
Mesmerizing everybody
In your spell, you hold us there
Índios, velhos e crianças voz de alento, a encorajar

Trovador da esperança teu segredo, onde é que está?

Guide us all, Oh Shining Star, Oh Shining Star